sexta-feira, 19 de agosto de 2011


Bento XVI destaca testemunho da Vida Consagrada num mundo dominado pelo «relativismo e mediocridade»

Papa encontrou-se hoje em Madrid com mais de 1600 jovens religiosas, no âmbito do programa das Jornadas Mundiais da Juventude

Bento XVI destacou hoje a importância da Vida Consagrada enquanto testemunha de um sentimento de “pertença a Deus sumamente amado”, num mundo dominado pelo “relativismo e mediocridade”.
“O encontro pessoal com Cristo que alimenta a vossa consagração deve revelar-se, com toda a sua força transformadora, nas vossas vidas; e adquire uma especial relevância hoje, quando se "constata uma espécie de ‘eclipse de Deus’”, realçou o Papa, num encontro com cerca de 1600 jovens religiosas, realizado no Pátio dos Reis de El Escorial, a 50 km de Madrid.
Na iniciativa, integrada no programa das Jornadas Mundiais da Juventude (JMJ), evento da Igreja Católica que a capital espanhola está a acolher até ao próximo domingo na capital espanhola, Bento XVI lembrou que a força da vida consagrada “nasce da escuta da Palavra de Deus e acolhe o Evangelho como sua norma de vida”.
O Papa incentivou as irmãs a transmitirem aos outros esta “radicalidade da vida evangélica” através da “vida contemplativa” e do trabalho missionário, junto da comunidade.
“A Igreja precisa da vossa fidelidade jovem, arraigada e edificada em Cristo”, concluiu, lembrando o lema da JMJ 2011.
A chegada do Papa ao recinto, esta manhã, foi saudada efusivamente por membros de mais de 294 congregações e institutos, vindas maioritariamente de Espanha.
Falando em nome de todas as jovens consagradas, a irmã Belém, da congregação das Servas de Maria, agradeceu a “estima” de Bento XVI por toda a vida religiosa e garantiu disponibilidade máxima no serviço à Igreja Católica.
“Queremos oferecer ao Papa a nossa total entrega a Cristo, queremos dizer que a Cruz que recebeu não a leva sozinho, conte connosco”, declarou.
O arcebispo de Madrid, cardeal Antonio Maria Rouco Varela, aproveitou a ocasião para elogiar a contribuição das religiosas na preparação da JMJ.
“São elas que trazem a espiritualidade a estas jornadas”, realçou.
Bento XVI prosseguiu depois para um encontro com professores universitários, dentro da Basílica de São Lourenço, ainda no Pátio dos Reis.
Os organizadores da 26.ª JMJ, que se realiza até domingo sob o lema “Enraizados e edificados em Cristo, firmes na fé”, aguardam mais de um milhão de peregrinos, entre os quais se incluem cerca de 12 mil portugueses.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.