sexta-feira, 14 de setembro de 2012


Prestar Atenção

"E as multidões unanimemente prestavam atenção ao que Filipe
dizia, porque ouviam e viam os sinais que ele fazia" (Atos 8:6).

Um homem estava caminhando por uma calçada, em Nova Iorque,
ao lado de um amigo. Ônibus e caminhões passavam a todo
instante, fazendo grande barulho, taxis estavam buzinando, o
som de um martelo era ouvido ao longe. De repente, ele parou
e disse: "Você ouve o grilo?" Seu amigo virou-se para ele,
surpreso. O homem, entretanto, dirigindo-se a um vaso de
plantas, próximo, separou as folhas e encontrou o pequeno
grilo em um dos galhos. Continuando a caminhada, seu amigo
perguntou: "Como pôde você ouvir o grilo com tanto barulho
ao redor?" "Porque eu estava prestando atenção", respondeu o
homem. "Deixe-me demonstrar". Tendo dito isto, ele pegou
algumas moedas no bolso e deixou-as cair na calçada. O som
das moedas caindo e rolando fez todas as cabeças que
passavam no quarteirão se virarem. "Veja", ele disse,
"depende de -- em que você está prestando atenção."



Em que nós estamos prestando atenção? Em que temos estado
atentos em nossas vidas? O que nos tem estimulado? O que
estamos buscando e o que temos feito para atingir nossos
propósitos?

Quando só prestamos atenção aos tesouros desse mundo, nossa
alegria depende de alcançá-los. Se não conseguimos,
murmuramos, ficamos deprimidos e nada nos satisfaz. Se
prestamos atenção ao sucesso de outros, não logramos êxito
no nosso, acumulamos decepções e frustrações, e só nos resta
a inveja como companheira. Se prestamos atenção em Deus e em
Suas promessas, somos pacientes, otimistas, mais que
vencedores e, em todos os dias, muito felizes.


Se queremos a bênção de Deus, mesmo diante dos barulhos e
propostas do mundo, devemos ter nossas mentes e corações
voltados para o Senhor. Ele nos acrescentará tudo aquilo de
que necessitamos e nos guiará pelo caminho da felicidade

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.