domingo, 13 de maio de 2012






Senhor do amor sempre novo…

Conhecer-te é deixar que me envolvas intimamente,
É permanecer num dinamismo imparável do amor que
Me leva a descansar na verdura dos Teus prados,
Na veracidade das tuas doces Palavras,
Na certeza de que estás presente na Tua Igreja
E que palpitas no coração dos irmãos…
Pedras preciosas são as sílabas harmoniosas do amor
Que procuro viver e experimentar no riacho que transborda
Da Ressurreição que é Vida e plena abundância do Teu amor por mim…

A efusão do Teu Espírito desce sobre todos sem distinção…
Urge um novo Pentecostes, para que ardamos no fogo do Teu amor…
É preciso um renovar a escuta da Tua Palavra como coração ardente…
É necessário deixar que a brisa do teu Espírito inunde de paz o meu ser…
A aridez da minha secura, as friestas do meu deserto, as trevas da minha vida, se façam luz a iluminar tanta cegueira!
Tudo se refaz com amor, com a vivência dum permanecer unida a Ti como os ramos à videira…

Preciso com afincado amor, de renovar o sim da primeira hora,
Preciso de medir a temperatura escaldante da minha permanente disponibilidade
Para Te acolher em mim como o Dom maravilhoso e misericordioso do teu amor…
Devo sentir-me humilde instrumento nas Tuas mãos e só assim compreenderei a missão
Que me convida a permanecer firme, fiel e feliz no Teu amor…
É a Tua vida que corre na minha vida, é o Teu amor que faz brotar em mim gestos de amor
Livres, gratuitos, sem nada esperar em troca… Verdadeiros dons do teu imenso amor…
Olho o Céu! Ignoro a dor e a luta! Sei que caminhas a meu lado
 e me reafirmas o teu amor…

Tu, és amor, Tu és seiva que vibra nos vasos do meu corpo,
Tu és minha liberdade interior, Tu, me escolhes, me fazes discípula…
Tu marcas a vida dos que convidas a fazer este percurso de amor sem limites nem condições…
 Tu me convidas a contemplar e a tirar as mil conclusões sobre a fecundidade do amor
 daqueles que permanecem em Ti e contigo querem dar fruto abundante.
Quantas torrentes de afetos se experimentam quando se ama aquele
que continua a dar a vida e a amar-nos até ao fim!

13 de maio de 2012

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.