sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Senhor da luz...

Senhor, com a Tua Encarnação iluminaste a nossa vida. Dá-me luz para que veja as aranhas do meu coração. Ajuda-me a reconhecer  as minhas trevas, essas zonas obscuras, tão minhas, onde resido e resisto à Tua graça. Sê claridade na minha vida, ajuda-me a ser transmissora da Tua luz. Ajuda-me a não esconder essa luz, mas a colocá-la no candelabro, para que todos vejam o  seu intenso e brilho.

A lâmpada tem luz, mas não é luz. Tem uma vida efémera, temporal, vazia. Em contrapartida, Jesus disse que Ele era a Luz do Mundo.
É momento de pensar nas minhas escuridões e dizer a mim mesma que as minhas trevas precisam da luz que vem de Jesus.
Oferece-me a Tua luz, para que viva, para que saiba acolher em mim a Tua luz, a Tua Palavra, a Tua vida, a Tua festa, os Teus sinais de fecundos de amor, a alegria do Teu Reino.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.